quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

SOBREVIVER ➤ RESPIRAR ➤ VIVER

TESTEMUNHO
Maria Manuela Mendes da Silva - Renascer


Paula Azevedo



Etapa 1 - Sobreviver. Respirar. Viver.

Amiga do Dr. Joaquim
, muitas vezes o ouvi falar da possibilidade de cura através da hipnose. Admito a minha incredibilidade, na altura.

Tempos depois, devido a um problema crónico, ainda sem solução, aceitei finalmente esta hipótese de tratamento. O problema, diagnosticado como síndrome de Tietze ou costocondrite, é uma inflamação dos tecidos moles, entre as costelas e o esterno causando uma dor intensa, contínua, no centro do peito. Ao mesmo tempo, a minha respiração era descontrolada, tinha medo de deixar de respirar, coisa muito antiga que, vimos mais tarde, teve origem na pré-adolescência e no desporto que eu então praticava.

Desde a primeira sessão, e foram seis, que as palavras do Dr. Joaquim, as explicações repetidas (sim, preciso de ouvir muitas vezes a mesma coisa, para que se entranhe) me pareceram inteligentes, dirigidas ao cerne da questão. O pensamento pode estragar muita coisa, mas também faz milagres. Ensinou-me a respirar, aprendi a respirar, tomando consciência da inutilidade do esforço que fazia cada vez que inspirava. Fazia barulho e penso que abria muito os olhos. Não era certamente o último suspiro, mas era a fórmula para sobreviver.

Há meses que isso não acontece. Aconselhou-me a não me expor, temporariamente, a certas situações de tensão que lhe referi. Arranjei maneira de as contornar. Fica para sempre impresso na minha memória o momento em que percebi como dominar a respiração. O meu segundo nascimento. A sério.